A Volta do Camaro

O Camaro é um coupé ícone de esportividade produzido pela General Motor – Chevrolet há 43 anos. Trata-se de um dos carros mais simbólicos e que desperta paixões em qualquer um que olhe para ele ou tenha a oportunidade de guiá-lo. Sua primeira aparição foi em 1966, e ficou conhecido como “First Generation”. Teve uma produção de mais de 220.000, alcançando um ano depois de seu surgimento uma produção total de 250.000 unidades.

 

O primeiro modelo do Camaro Z28, criação de Vince Piggins, estava equipado com um motor de alumínio de 6 cilindros, 8V. com alto desempenho, era muito semelhante ao Mustang, até então um dos carros com maior esportividade apresentado ao público. Conhecido como small block, tinha potência de 400cv, com carburador duplo, freios a disco, rodas de 15 polegadas, molas de altíssima resistência na dianteira e com suspensão traseira com feixes de molas, o que garantia uma grande estabilidade na aceleração do carro.

 

Já o segundo modelo, pertencente à geração seguinte trazia algumas modificações. Ganhou novo motor com um torque mais potente, mas um comando menos “bravo”. Também ganhou uma transmissão automática Turbo Hidramatic 400, de três marchas, com a opção manual de quatro. Já em 1971, a taxa de compressão diminuiu e a potência do maravilhoso esportivo acabou diminuindo. Neste ano, 13.000 unidades do Camaro foram vendidas, mesmo assim a Chevrolet tirou o carro de linha, por conta das restrições de poluição ambiental que passaram a vigorar naquele ano.

 

Este modelo vendeu um pouco mais do que seus antecessores, o que levou a montadora a continuar apostando em sua fabricação. Era, de fato, uma paixão nacional. Entretanto, parou de ser fabricado, quando estava em sua terceira geração, pois a vendagem não atendia aos números esperados.

 

Alguns anos depois, lá vem ele novamente… produzido e importado pela própria montadora, desde 2010, já foram vendidos mais de 4.000 mil exemplares do carro que mais lembra um belo brinquedo de corrido, só que apenas na aparência. Com seu motor potente, mantém algumas de suas características originais – carroceria, motor de alumínio, contudo outras inovações foram incorporadas a máquina de fazer alegria nas pistas, e que agora, pode ser visto – não muito raramente – nas ruas, desfilando sua potência, sua esportividade – as marchas foram incorporadas ao volante para que ele parecesse ainda mais esportivo.

 

Um camaro pode chegar a 100 quilômetros por hora em 4 segundos. E aos módicos R$ 200.000,00.