Carros Fraudados Pela VW Começaram a Ser Vendidos em 2008

As informações referentes a grande fraude que a Volkswagen confirmou e que acabou abalando a indústria automotiva como um todo não param de surgir. De acordo com as últimas notícias que forma divulgadas, o primeiro carro que foi vendido pela montadora alemã na Grã-Bretanha data do ano de 2008, foi o que afirmou o diretor geral da montadora no país.

Este carro que foi vendido no ano de 2008 já tinha um programa instalado que tinha como principal objetivo manipular os testes de emissões de gases dos carros da empresa, baixando sempre os números, o que fazia com que a montadora vendesse seus automóveis como menos poluentes do que os seus concorrentes.

Paul Willis, que atualmente ocupa a posição de diretor geral da montadora naquele país, de acordo com as informações que foram levantadas até aquele momento, tudo levava a crer que o começo da grande fraude dataria do ano de 2008. “Eu não sabia nada sobre este assunto até 19 de setembro deste ano, quando eu ouvi pela primeira vez no noticiário dos Estados Unidos”.

O diretor da montadora também confirmou que havia pontos de questionamentos em relação aos processos de testes de emissões, que a companhia deveria discutir com os reguladores britânicos a possibilidade de pagar para refazer os testes nos veículos.

Entenda o caso

A montador Volkswagen confirmou ao mundo que muitos dos seus carros tinham um dispositivo instalado que tinha como principal finalidade alterar todos os resultados sobre emissões de poluentes. A informação preliminar admitida pela montadora era de que, pelo menos, 11 milhões de carros haviam recebido este sistema fraudulento.

O dispositivo foi instalado apenas nos veículos movidos a diesel, em modelos e marcas que são vendidos em diversos países onde a Volkswagen possui representação. O escândalo só foi admitido depois que os Estados Unidos confirmaram que cerca de 500 mil carros vendidos no país tinham sido fraudados pela própria montadora.