Com o Aumento da Venda dos Usados, Fique Atento Para Não Cair em Ciladas

Todos sabem que o brasileiro, em particular, é apaixonado por carros. Desde a sua popularização e fabricação em larga escala, com Henry Ford, os veículos automotivos são, mais do que sinônimo de modernidade – são a simbologia mais marcante de alavancada social. Isto não é à toa. Para ter um veículo, é fundamental que se tenha capital, e em economias emergentes, como a do Brasil, isto valoriza qualquer um que deseja mostrar a sua ascensão social.

Uma dúvida que muitos ainda têm no momento de fazer a aquisição de um automóvel é entre a escolha por um carro 0k, ou ainda, se devem efetuar a compra de um carro usado. Há uma série de variáveis que envolvem a compra e venda de veículos automotivos, em especial quando se trata de venda e compra carros usados, e uma das variáveis é o momento econômico em que vive o país. Por isso é muito importante estar atento aos informes econômicos do setor. Mas vale lembrar que o momento do mercado está mais favorável para a compra de um usado com no máximo três anos de uso. Isto porque os carros usados apresentam uma depreciação muito menor se comparado aos carros novos, e que pode chegar até 30% no valor do veículo. Isto quer dizer que, ao comprar um carro usado, em ótimo estado, o valor dele poderá ser compatível com um novo, quando este for retirado da loja, já que sofreu grande desvalorização.

Há casos em que a compra de um carro usado pode ser mais do que vantajosa. Muitos veículos que pertenceram a um único dono são colocados à venda, com baixíssima quilometragem, sem contar que nesse caso, a manutenção a ser realizada no veículo, praticamente corresponderá a que seria feita em um zero quilômetro, ou seja, apenas as verificações básicas de segurança como a troca de óleo, verificação de pastilhas, alinhamento e balanceamento.

Acontece que nem tudo são flores no mercado de compra e venda de carros usados. Se, por um lado, está mais barato e mais acessível, a procedência tanto do veículo quanto da revendedora e/ou vendedor devem ser levados – e muito – em conta no momento da efetivação do negócio. Isto porque alguns modelos de carros (dica para os menos desavisados) acabaram encalhando em lojas ou sendo revendidos rapidamente, uma vez que apresentaram problemas já de série, em seus lançamentos. Outra questão: as vezes o carro apresenta um problema que nenhum mecânico sabe como resolver e o carro que foi comprado abaixo da tabela, acaba virando um elefante branco na vida do cliente.

Por isso, fique muito atento e, se não entender muito de carro, converse com pessoas séries, conhecedoras do assunto ou leve um mecânico de confiança para fazer a vistoria no veículo.