Como Preparar Carros Para o Food Truck

Food truck é a mais nova sensação do momento. food truck para quem ainda não conhece a novidade, nada mais é do que a comida de carro. Trata-se de um espaço móvel, em geral, uma caminhonete ou pequena van, que transporta e vende comida nas ruas. Em São Paulo, as food truck já eram vistas há pelo menos mais de uma década; o movimento teria surgido nas ruas dos Estados Unidos, e se popularizou no Brasil, em especial na capital paulista, com a ajuda das redes sociais, que passaram a divulgar os eventos. Reunidos num mesmo local, os food trucks têm desde cachorro quente prensado até comida da mais alta gastronomia. Entretanto, para que este modelo de negócio alimentício tenha início, é preciso ter dinheiro para investir, não apenas na parte gastronômica – já que o ponto pode ser móvel. É preciso, em primeiro lugar, fazer toda uma adaptação ao veículo e, esta, leva tempo e dinheiro.

 

Acredita-se que hoje um empreendedor food truck deva ter em caixa entre 50 a 150 mil reais para fazer todas as adaptações necessárias no carro. Quem já possui uma van ou uma Kombi, precisará levar o auto a uma oficina especializada em personalização de veículos. O pacote oferecido pelas oficinas inclui a confecção de  balcões, armários, pias, fogões, e a preparação do espaço para embutir refrigeradores e botijões à gás. Em baixo do assoalho, ainda é necessário fazer uma adaptação para acoplar as baterias elétricas, que vão conferir autonomia de três a cinco horas para o funcionamento de todos os equipamentos necessários da van.

 

Um automóvel para este tipo de negócio não sai por menos de 80 mil reais, principalmente se for zero quilômetro.  Se colocado no orçamento pintura personalizada, envelopamento, alguns comerciantes chegam a gastar mais de 300 mil reais. O negócio, embora lucrativo, exige investimentos pesados.

 

Mas segundos os consultores de novos negócios do Sebrae, o investimento vale a pena, já que não há a oneração com IPTU, aluguel, manutenção do espaço locado e funcionários. Quem trabalha com food truck, em geral, trabalha sozinho, ou com um sócio, ou familiar.

 

Há algumas desvantagens também no negócio de ter uma van nesse modelo: espaço dos utilitários seja limitado, os aluguéis com estacionamento de feiras são caros, e é necessário ter muito cuidado com o armazenamento da comida. As normas da vigilância sanitária devem todas ser seguidas.

 

Também é importante não se esquecer de realizar a homologação de todas as modificações realizadas no utilitário no departamento de trânsito da cidade.