Como Proteger a Pintura de Seu Carro

Manter a pintura do carro intacta é praticamente uma tarefa de guerra. São diversos os cuidados que devem ser tomados no dia da dia para que ela fique protegida de forma adequada. E não interessa se o carro é de primeira linha ou não. Embora os carros mais sofisticados tenham uma cobertura de verniz muito mais reforçada, já que recebem uma quantidade de aditivos e de cerâmica muito mais concentrada, estes carros também sofrem com as intempéries do meio ambiente, em particular se ficam sob as garagens não cobertas. Se estacionados em vias de acesso, podem ainda receber os dejetos de pombos, altamente ácidos, e que corroem a pintura, levando muitas vezes o dono a buscar uma oficina para pequenos reparos. Então, algumas dicas devem ser tomadas à risca, para evitar danos e gastos não previstos.

 

Sol forte, chuva ácida, dejetos de pássaros, seivas vegetais, quedas de árvores (principalmente durante o período do verão), chuvas de granizo, são elementos que fazem parte dos pesadelos diários de quem não possui vaga coberta para proteger seus carros. Uma regra que deverá se aplicada nesses casos é cobrir os veículos com uma capa plástica. Mas esta deverá ser de boa qualidade. Há certos inconvenientes, já que as capas precisam ser tiradas e recolocadas todos os dias, porém ajuda a proteger a pintura e minimizar os danos causados pelas intempéries.

 

 

Não basta levar o carro à uma oficina e mandar polir a pintura que já está com um aspecto mais opaco. Não basta, portanto, apenas investir em questões estéticas. Manter a pintura do carro intacta irá elevar o preço do bem no momento de uma revenda. Embora algumas pessoas não saibam, não são apenas as intempéries que podem danificar a pintura do carro. Até mesmo a lavagem incorreta do veículo pode provocar arranhões na pintura, perda de brilho. Não lavar a carroceria com frequência e deixar resíduos de árvores, por exemplo, também pode provocar manchar e estragos na pintura.

 

Portanto, dejetos de qualquer natureza precisam ser removidos com rapidez, sendo que o ideal é primeiro deixá-los amoleceram para depois retirá-los sem que provoquem arranhões na pintura. O ideal é sempre lavar o carro uma vez por semana. Em épocas de estiagem, procure  por lavagens especiais, que utilizem água de reuso ou outras técnicas não poluentes.

 

Após a lavagem, também tenha cuidado na secagem. Uma secagem parcial poderá deixar manchar na lataria. Caso perceba algum dano na lataria, faça o conserto o mais rápido possível, para não aumentar a avaria.