Conheça o Novo e Exclusivo Audi A6L e tron

A versão do modelo conta com entre-eixos mais longos e um conjunto mecânico híbrido.

 

Um dos maiores e principais mercados do mundo para a Audi sem dúvida alguma é a China, e o país recebe versões praticamente exclusivas de carros da marca. Saiba que a marca mais nova é o A6Ç e-tron plug-in, esta que é uma versão mais longa do modelo com um sistema híbrido de recarregar inclusive na tomada, este modelo que deve ser apresentado em breve no Salão do Automóvel de Xangai.

O que esperar deste grande lançamento

Com relação as novidades deste grande lançamento, podemos citar que quem move este grande sedã é um dos conjuntos formados por motores 2.0 TFSI de 211cv e 35kgfm de torque, mas que possui um apoio de motor elétrico equivalente de 124cv e 22,4kgfm de torque. Este é um arranjo que garante uma força máxima de 50kgfm e 245cv de potência quando temos uma utilização dos mesmos combinada.

Outro diferencial é que o torque imediato de motor elétrico é algo de grande valia para puxar os mais de 2 mil kg de sua versão, e ao final de contas, o conjunto de forma híbrida acaba garantindo a aceleração equivalente de 0 a 100km/h em 8,4s, com máxima de 210km/h e em moto combinada e 135km/h em modo equivalente 100% elétrico. Tudo isto com um consumo equivalente que beira mais de 50 km/l.

Os diferenciais do modelo

Como grandes diferenciais deste modelo, temos uma bateria de lítio de 14,1 Kwh o que garante assim uma autonomia interessante de pelo menos 50 km em modo elétrico, tudo isto com a ajuda de um motor a gasolina, onde a autonomia aumenta para seus 880 km.

Com relação ao seu design, a versão acabou mudando pouco. As rodas são exclusivas de 18 polegadas, e muito semelhantes as de outros modelos e-tron e ainda existem luzes em LEDs nas entradas de ar dianteiras. Saiba que os logotipos da e-tron ainda aparecem nos para lamas do modelo e em sua parte traseira, enquanto que o para choques recebe uma série de saídas de escape duplas.

Veja algumas imagens do modelo logo abaixo, e torcemos para que ele venha logo para terras ocidentais.