Mercedes Deverá Contar Com Tecnologia Flex no Brasil

A Mercedes Benz que já vme começando a produzir os seus veículos no Brasil está com plena disposição para adaptar todos os seus produtos aos consumidores de gosto local. Tudo isto poderia inclusive envolver até mesmo uma adaptação diferenciada dos seus motores para que eles funcionem também com etanol, e inclusive os motores de bicombustíveis da Mercedes devem chegar no Brasil a partir do final de 2015.

Uma particularidade interessante é que o motor considerado mais cotado para receber esta modificação é o motor 1.6 turbo, este modelo presente nos modelos de entrada, e que inclusive poderiam empregar todos os derivados de Classe A e de Classe C, totalmente fabricados no Brasil em uma nova fábrica, esta fábrica que deverá ser construída no estado de Santa Catarina ou em São Paulo, o que não foi decidido ainda.

Mercedes deverá lançar pelo menos 15 novidades ainda neste ano.

Há algumas semanas foi divulgado através da Mercedes o cronograma dos lançamentos para os próximos meses dos veículos, onde ao todo deverão ser lançadas pelo menos onze novidades nos veículos, começando pelas linhas AMG Sport que teve suas alterações lançadas em Janeiro.

A linha desportiva, que foi totalmente destinada para concorrer com a M Performance da BMW e SLine da Audi deverá ainda ser seguida pelo modelo Classe S Maybach no mês de março.

Em março, tivemos alguns lançamentos marcados pelos modelos AMG GT, CLA Shooting Brake e o Classe C Plug-in Hybrid, esta que é conhecida por ser uma versão híbrida de ligar na tomada do Classe C.

No mês de abril chegou ao mercado os modelos Classe V, estes totalmente equipados com uma tração integral 4Matic, esta juntamente com o sistema Smart Fortwo, voltados as versões desportivas do Brabus do citadino.

O Classe A também é alvo de uma atualização breve, em setembro, dois meses antes do lançamento do Classe C Coupé, podemos contar com uma nova motorização diferenciada e motorização com tecnologia Flex.

Por isso vamos aguardar ainda mais novidades, já que a Mercedes deverá contar com uma tecnologia diferenciada e exclusiva para o mercado nacional.