Passo a Passo Para Cuidar do Primeiro Carro

O carro é um dos objetos de consumo de maior desejo de milhares de brasileiros. Isto se deve ao fato de, por muito tempo, o veículo automotivo ter  sido símbolo de ostentação de renda – há pessoas que ainda afirmem que ter um bem durável, mas de valor depreciativo ainda seja símbolo de status social.

 

Não importa. Carros são bens duráveis sim, custam caro e precisam de cuidados especiais, para não oferecerem riscos à segurança de quem transita neles. Ainda há a questão do envelhecimento natural e algumas peças, que precisam ser repostas. E, carros usados demandam sim maior manutenção do que os novos, que apresentam a necessidade de cuidados a partir da primeira troca de óleo – ou seja – seis meses de uso, pelo menos.

 

Mas, se o dinheiro ainda não deu para fazer a compra do tão sonhado carro zero, ficam aqui algumas dicas para cuidar do primeiro carro. Se ela forem seguidas de maneira disciplinada, certamente seu carro vai ter uma vida bem útil e pouca depreciação na hora da revenda. Sem contar que a segurança ficará nota dez.

 

A primeira checagem deve acontecer ainda durante a compra do usado. Freios, motor, câmbio devem estar em ordem. As lojas que revendem carros usados oferecem, obrigatoriamente, garantia apenas por três meses, e somente para câmbio e motor. Então, tenha uma oficina de confiança, leve o carro para fazer a primeira vistoria. Também troque os óleos, os fluídos de freios e as correias. Isto porque não há garantias de quando as trocam foram feitas pela última vez.

 

Combustível. Conheça um posto de combustível que faça a revenda do produto de forma honesta, sem adulterações. Carros flex podem receber misturas de combustível, mas os que ainda andam apenas em um ou outro, não podem. Se o combustível estiver adulterado, o motor terá problemas.

 

Verifique a água do sistema de arrefecimento do carro. Complete sempre em casa, quando o motor estiver frio. Evite fazer uso dos serviços de postos de gasolinas. Os frentistas nem sempre estão preparados para manusear as peças de forma adequadas. Há casos em que o frentista nem percebe – nem o dono do carro – mas já se foi a cânula que leva a água do reservatório para o radiador. Aí tem de comprar o conjunto inteiro, novinho, para a reposição.

 

Kit obrigatório no porta-malas, com estepe, chave de roda, macaco e triângulo. Sempre verifique para ver se não desapareceu do lugar.