Placas Adotarão Placas Unificadas no Mercosul

Em janeiro de 2016, as placas de automóveis zero quilômetros já poderão contar com um novo modelo de placa unificada entre os países do Mercosul. A medida se tornou oficial e foi anunciada pelo CONTRAN – Conselho Nacional de Trânsito, que informou sobre a mudança que irá valer para os carros novos, brasileiros, em janeiro de 2016. Os carros emplacados a partir dessa data, nos seguintes países – Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela, além do Brasil, terão uma identificação totalmente padronizada. Quem solicitar transferência entre municípios também receberá o mesmo modelo de placa.

 

A proposta já era estudada há alguns anos, e foi tomada para evitar alguns problemas que têm sido recorrentes nos últimos anos – o roubo e comércio ilegal de veículos que ocorre nesses países, em particular no Paraguai. O sistema é bem parecido com o que já está implementado há alguns anos na Comunidade Europeia, ele evita clonagem de veículos e documentações, tanto de carros, motos e utilitários. isto permitirá que os elevados índices de problemas possam ser minimizados, uma vez que os veículos estarão cadastrados em todos os bancos de dados.

 

A medida também visa uma melhora no transporte de cargas, no transporte de passageiros, e transporte de veículos particulares, muitos comuns nas travessias de fronteiras.

 

O padrão das placas seguirá o seguinte modelo: todas terão uma tarja azul na parte superior, com o logotipo do Mercosul à esquerda; o nome do país e identificação ao centro; e um desenho da bandeira à direita. Além disso, haverá 7 caracteres alfanuméricos dispostos aleatoriamente. Bem diferente do modelo atual em vigor. Este modelo de combinação alfanumérico permitirá um número de combinações que solucionará problemas de não haver numeração para as placas, serão mais de 450 milhões combinatórios, contra 170 milhões que vigoram no momento.

 

Outra diferença é que cada categoria de veículo será indicada por uma cor diferente e específica. A cor preta indicará carros particulares,  vermelha, cos comerciais, verde, carros em teste, azul para os oficiais, dourada para os diplomáticos, e prateados para carros de coleção.

 

Aqui no Brasil ainda será acrescido um item a mais nas placas: uma tira holográfica localizada à esquerda da placa,  ao lado de um código bidimensional. Este virá diretamente com o logo do fabricante, bem como data de fabricação, número serial da placa, bandeira e brasão dos respectivos Estados e municípios de registro. As placas, que hoje são fabricadas em chapa semiacabada, também sofrerão mudança em seus padrões.