Quer Seguro Mais Barato, Então Faça o em Nome de Uma Mulher

Pesquisa realizada pelo Sindicato das Corretoras de Seguro do Distrito Federal apontou houve um aumento no valor cobrado pelas seguradoras para que possam realizar os seguros dos automóveis, isto em todo o território nacional. As corretoras justificam que, por conta dos elevados índices de furtos e roubos, e até mesmo dos acidentes provocados por motivações de desastres naturais, é quase impossível fazer um seguro “barato”. Então, o que fazer para tentar economizar um pouco? Se tiver uma “motorista em casa”, a melhor dica é fazer um seguro misto em nome de uma condutora mulher.

A razão pela qual o seguro para mulheres é mais barato é porque, m sua maioria, os causadores de acidentes no trânsito são os homens. As mulheres, por sua vez, são sempre as mais cuidadosas e precavidas, por isso os seguros dos automóveis, feito para elas, é de longe muito mais barato do que o deles.

Por um seguro de um carro popular um homem na faixa dos 30 anos pagará o equivalente a R$2.700,00 pelo seguro, o mesmo para uma mulher da mesma faixa etária cai até 30%, chegando a equivalência de R$ 1.900,00, de acordo com um o mesmo perfil.

As estatísticas ainda apontam que mesmo em caso de roubos, a porcentagem de vítimas entre as mulheres é mais baixa. Elas costumam se aventurar muito menos em locais escuros ou de risco. Sem contar que são mais atentas em relação aos vidros abertos.

Também costumam se envolver menos acidentes, e quando acontece estes são considerados muito pequenos e de baixíssimo risco. Pequenos arranhões, alguns amassadinhos na lataria, por conta de manobras muitas vezes feitas no momento de estacionar o veículo. Já os mais imprudentes são mesmo os homens que se envolvem em acidentes graves, que vão desde a perda total do automóvel até mesmo seguido de atropelamento ou morte. Portanto, como são mais prudentes e entendem que um veículo não é sinônimo de invencibilidade, passam não so uma imagem de cautelosas, mas também de conscientes. Em geral, é o instinto de cuidados femininos que acaba prevalecendo.

Homens possuem altíssimo risco de sinistros, quando eles estão na casa entre os 18 e 27 anos, os riscos aumentam mais de 80%. Isto porque se estão em momento de se acharem invencíveis. Então, se está querendo economizar um pouco, e há dois condutores na casa, homem e mulher, a dica é fazer o seguro em nome da mulher, com um adendo de que a condução do veículo se dá 60 x 40, para  a mulher é claro.